GÊNESIS, PAULO DE TARSO, JOÃO E NÓS: A CAMINHO DA LUZ


Os antigos referiam-se à Criação usando expressões contendo uma ideia concreta, fazendo referência a evento que ocorreu pela primeira vez em determinado ponto no tempo. Isto induz a pensar que, mesmo para eles, havia o antes a esse "ponto" e o "depois".

Conforme WALTON, MATTHEWS E CHAVALAS (Comentários Bíblico Atos - Antigo Testamento, 2003, pg. 27), "o relato da criação não tem a pretensão de apresentar uma explicação científica moderna sobre a origem de todos os fenômenos naturais, e sim abordar os aspectos mais práticos da criação que cercam nossas experiências de vida e sobrevivência".

Sabe-se que as teorias primitivas a respeito da Criação tinham a Terra como o "centro do universo". Referindo-se à criação do planeta, aludiam à criação do "mundo". A Ciência, possuiu dados, estudos e informações confiáveis para infirmar essa teoria.

O Antigo Testamento, conjunto de livros que se convencionou designar-se por Bíblia, tem origem na Torah Hebraica. O texto hebraico é: Bereshit Bara Elohim et Hashamayim veet haaretz (transliteração)Em boa tradução: No princípio os deuses formaram os céus e a terra. (a expressão Elohim significa deuses e Bara dá ideia de formar, moldar e plasmar).

No Evangelho de João aprendemos que no Princípio referido no Livro de Gênesis havia o Verbo (Palavra) de Deus, que se identificava com Deus por ser o próprio Deus. Verbo Criador que continha VIDA: a LUZ DOS HOMENS.

Neste texto uma importante revelação: A LUZ VERDADEIRA QUE VENCE TREVAS ESTAVA NO MUNDO QUE FOI FEITO POR ELE, MAS O MUNDO NÃO O RECONHECEU. VEIO PARA O QUE ERA SEU E OS SEUS NÃO O RECEBERAM. (Jo 1:1-11).

João está dizendo que Jesus, a vida contida no Verbo de Deus, Sabedoria e Amor, "FEZ" O MUNDO. Superamos aqui a ideia de que Deus encarna-se. Jesus é Criação de Deus. Assim como todos os demais elementos da Criação Jesus FAZ PARTE da Criação e é um Espírito de hierarquia elevada cujo grau evolutivo estamos longe de alcançar.

Paulo de Tarso escreveu em Colossenses (1:12-17): "Dando graças ao Pai, que nos tornou dignos de participar da herança dos santos no reino da luz. Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados. Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito sobre toda a criação, pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos sejam soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele. Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste".

Ficaríamos por aqui, somente com a "conclusão" do Apóstolo dos Gentios. Mas, destacamos a consonância com o texto joanino e as revelações do mundo espiritual que merecem sua reflexão:
a) Onde está estabelecido o Reino do Filho amado de Deus?
b) Quais eram os direitos e deveres dos primogênitos para aquele povo que escreveu a Bíblia?
c) O que significa o fato da afirmação paulina de que Jesus "criou" todas as coisas?
d) O que significa a expressão: "ele é antes de tudo".
(tire suas próprias conclusões).

No Capítulo 1 do Livro A CAMINHO DA LUZ, com o título A GÊNESE PLANETÁRIA, encontramos uma elucidação para concluirmos o artigo.

"Rezam as tradições do mundo espiritual que na direção de todos os fenômenos, do nosso sistema, existe uma comunidade de Espíritos puros e eleitos pelo Senhor supremo do universo, em cujas mãos se conservam as rédeas diretoras da vida de todas as coletividades planetárias". (Elohim?).

"Essa comunidade de seres angélicos e perfeitos, DA QUAL É JESUS UM DOS MEMBROS DIVINOS, ao que nos foi dado saber, apenas se reuniu, NAS PROXIMIDADES DA TERRA, para solução de problemas decisivos da organização e da direção do nosso planeta, por duas vezes no curso dos milênios conhecidos".

"A primeira, verificou-se quando o orbe terrestre se desprendia da nebulosa solar, a fim de que se lançassem no tempo e no espaço, as balizas do nosso sistema cosmogônico,[...]". (Criação?)

"[...] e a segunda, quando se decidia a vida do Senhor à face da Terra, trazendo à família humana a lição imortal do seu Evangelho de amor e redenção" (pág. 13)". (Luz do Verbo que se tornou carne?)

Há nos textos bíblicos tesouros incontáveis, mas, é necessário que a Fé não seja cega, mas, raciocinada.

Outras informações podem ser colhidas, também, na Obra Evolução em Dois Mundos, especialmente no Capítulo 1.

Fontes para estudo:
Bíblia do Peregrino (Paulus).
Bíblia de Jerusalém (Paulus).
Torá - A lei de Moisés (Séfer).
Comentários Bíblico Atos (Atos).
A Caminho da Luz (FEB).

Nenhum comentário:

APRECIAÇÃO DA OBRA A GÊNESE - por São Luís

Esta obra vem na hora certa, na medida em que a doutrina está hoje bem estabelecida do ponto de vista moral e religioso. Seja qual for a ...