O CORPO DE CRISTO

REFERINDO-SE À FUNÇÃO DO CRISTÃO (TRABALHADOR DO CRISTO)
(há exemplos em outras Cartas de Paulo, como Efésios)

Romanos 12:4-5 (FUNÇÕES DIVERSAS NO TRABALHO PARA CRISTO).

“Assim como cada um de nós tem um corpo com muitos membros e esses membros não exercem todos a mesma função, assim também em Cristo nós, que somos muitos, formamos um corpo, e cada membro está ligado a todos os outros”.

Coríntios 12:1-31 (DONS E HABILIDADES DAQUELES QUE VÃO EXECUTAR O TRABALHO SÃO DIFERENTES).

“Ora, há diversidade de dons, porém o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. [...] Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo? [...] Ora, vós sois o corpo de Cristo, e membros em particular. [...] E a uns pôs Deus na igreja; primeiramente, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro, mestres; depois, milagres; depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. Porventura são todos apóstolos? São todos profetas? São todos mestres? São todos operadores de milagres? Têm todos o dom de curar? Falam todos diversas línguas? Interpretam todos?”

Qual a ideia e a mensagem nos textos acima?

João, o Evangelista, contou-nos que JESUS é a LUZ DO PRINCÍPIO, a LUZ QUE ESTAVA NO VERBO DE DEUS. Que essa LUZ É A VIDA DOS HOMENS. Que “veio” entre os seus e eles não o “receberam” ou não o “reconheceram”. O Evangelista nos indicará que Jesus é SUPREMA SABEDORIA E AMOR para os homens (Ben Adam), isto é, os terrenos (terrícolas, terráqueos), porque Adam (Adão) significa TERRA.

Paulo, o Apóstolo também ensinará sobre a superioridade de Jesus, afirmando que Ele estava presente desde a Criação do Planeta e foi Ele quem conduziu o trabalho de Criação do Orbe em Nome e por Determinação de Deus.

Há que se compreender que Jesus, por Misericórdia ENCARNA COMO SER HUMANO NA TERRA e é o PRÓPRIO EVANGELHO, pois sua vida é TESTEMUNHO. Jesus, ao mesmo tempo em que ensina em palavras, educa com ações. Vive o Evangelho de Deus.

O texto que se refere ao CORPO DE CRISTO, nas palavras do APÓSTOLO PAULO, traz um maravilhoso exemplo de como se compreender a atividade e função de cada Cristão. Para uns foram designadas certas tarefas e a outros foram designadas tarefas diferentes. Perceba que a expressão IGREJA quer dizer COMUNIDADE. Note que Paulo afirma que EM CRISTO FORMAMOS UM CORPO. Fora do Cristo, isto é, FORA DO SEU EVANGELHO, NÃO FORMAMOS UM CORPO. Em bom português, está CADA UM POR SI.

REFERINDO-SE AO CORPO DE CARNE (entregue à Crucificação)

Romanos 7:4 (MORTE FÍSICA DE JESUS: FIM DA LEI DE “TALIÃO” e IMPLANTAÇÃO DA LEI DE AMOR)

“Assim, meus irmãos, também vós morrestes relativamente à lei, por meio do corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, a saber, aquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que frutifiquemos para Deus”.

Quando Jesus Cristo encarnou teve início a “nova aliança” que, em razão de nossa natureza primitiva, derramaria Seu sangue (Mateus 26:28).

REFERINDO-SE À LIDERANÇA DE JESUS E NÃO DE HOMENS
Efésios 4:15 “Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo”.

Além do significado implícito de Suprema Sabedoria em relação aos que evoluem na Terra, o texto paulino afirma que NÃO HÁ LIDERANÇA OUTORGADA A MÃOS HUMANAS. No TRABALHO DO CRISTO ELE é o LÍDER (Governador).

Conclusão:
O corpo de Cristo, na Bíblia, alude ao próprio corpo físico de Jesus Cristo entregue na cruz do calvário. Noutros casos refere-se ao conjunto da humanidade que tem em Jesus seu modelo e guia, o qual exerce a Liderança confiada por Deus. E, relativamente ao Evangelho, quanto aos trabalhadores, refere-se à suas funções e a integração que deve existir entre o Cristão e o Cristo.

Não se vê referência à possibilidade de que Jesus Cristo não tenha se valido de um corpo de carne na sua passagem pelo orbe.

Nenhum comentário:

EDITORIAL

POLÍTICA E ESPIRITISMO Beto Ramos [i] Tornou-se lugar comum ouvir, diante das mais diferentes pessoas, que “política e religião ...