Seguidores

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

CAMILLE FLAMMARION


A verdadeira videira ensinou sobre essas ovelhas perdidas. Mas, é sempre refletir a respeito.

"[...] - A humanidade terrestre é jovem, replicou Spero. Não se deve desanimar. É criança, e está ainda na ignorância primitiva. Diverte-se com frioleiras, obedece a mestres que ela mesma escolhe. 

Gosta de dividir-se em nações, e vestir-se ridiculamente em trajes nacionais para se exterminar por música. Depois, vós outros ergueis estátuas aos que vos levam à matança. Arruinai-vos, suicidai-vos e, no entanto, não podeis viver sem arrancar à Terra o pão cotidiano. É uma triste situação essa, mas que basta largamente à maior parte dos habitantes do planeta.

Se alguns, de aspirações mais elevadas, têm, às vezes, pensado nos problemas de ordem superior, na natureza da alma, na existência de Deus, o resultado não tem sido melhor, pois puseram as almas fora da Natureza, e inventaram uns deuses esquisitos, infames, que jamais existiram senão na sua imaginação pervertida, e em cujo nome têm cometido todos os atentados à consciência humana, abençoado a todos os crimes e submetido os espíritos fracos à escravidão, da qual difícil será libertarem-se. [...]"

Fonte: Urânia. Trad. Almerindo Martins de Castro. 10. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2011. pgs. 156/157.

4 comentários:

  1. A pior parte de tudo isso é que, na ânsia do nosso imediatismo, contemplamos também esse quadro, nos colocando a pensar:
    Quando sairemos desse buraco onde ainda rastejamos?
    Sabendo-se que 2/3 dos encarnados ainda encontram-se com as mentes mergulhadas em épocas remotas, vendo e vivendo em um mundo medieval.
    Do restante(1/3), observando a nossa volta, morando em uma megalópole, percebemos como as pessoas vivem alienadas a suas vidas materiais, com uma visão bruta do Criador.
    Ainda na Seara Espírita, na verdade, a grande maioria não se dá conta da grandeza Espiritual que nos cerca, e todos os desdobramentos científicos e transcendentais relacionados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia. A princípio, quero lhe agradecer Airton, por ser o primeiro visitante a comentar e deixar sua opinião. Que Jesus te abençoe e abençoe esse espaço como um lugar de aprendizado e construção do conhecimento, uma vez que sou eu quem necessito da caridade e das lições de cada um que puder contribuir com seu valioso saber.De resto, sua análise é perfeita, dado que a maioria de nós não temos consciência da transição e nosso papel como criaturas de Deus. Apesar do fato de que o Criador não é exibido e não disputa com a vaidade humana, vejo algumas posições acerca de Deus e o Universo onde explicam o efeito - existência do oxigênio para respirar - mas, não tem nenhuma resposta para a causa, a não ser a "grande coincidência"...

      Excluir
  2. ..È também na tela imensa, no grande panorama da vida terrena: com suas grandezas e misérias, suas investidas para a luz e quedas para as trevas, que a Vida se apresenta em sua forma mais positiva, e a alma se realça com um ser que desempenha o seu papel (cada qual na sua esfera de ação) neste planeta que chamamos Terra. QUE JESUS ABENÇOE A TODOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia. Comentário Perfeito. Que Jesus abençoe você e os seus. Abraço fraterno.

      Excluir

Comente. Debatemos sem disputar.

DESTAQUE DA SEMANA

OBJETO E CONTEÚDO DA OBRA O CÉU E O INFERNO DE ALLAN KARDEC

Segundo Allan Kardec, o leitor da obra O Céu e Inferno irá encontrar no seu título o objeto que será estudado. Apelidamos o livro de O céu e...

MAIS VISITADAS