Seguidores

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

ESPIRITISMO BEM COMPREENDIDO

 

No mes de janeiro, precisamente no dia primeiro do ano de 1846, nascia em Foug, distrito de Toul, na França, um dos maiores nomes conhecidos no Espiritismo depois de Allan Kardec. Reconhecido orador e escritor espírita atuou na Europa, ganhando notoriedade pelo mundo, tornando-se um grande e destacado líder do Espiritismo no seu tempo. Desencarnou em Tours, no dia dia 12 de abril de 1927.

Na atualidade há uma grande discrepância entre o conteúdo doutrinário do Espiritismo e muitos daqueles que se pretendem espíritas. Quem busca estudar sériamente o ensino dos Espíritos aprenderá, certamente, que a filosofia espírita é, em profundidade, uma filosofia de vida.

Não basta repetir "fora da caridade não há salvação" e agir por automatismo frente a obras puramente materiais quando distantes do verdadeiro significado da expressão caridade (como a compreendia Jesus): benevolência para com TODOS; Perdão das OFENSAS; e indulgência para com as IMPERFEIÇÕES ALHEIAS.

Por essa linha de raciocínio, o Espiritismo, bem compreendido, NÃO COADUNA com qualquer forma e regime de governo. Primeiro, é necessário considerar que entre as Leis Morais (Leis Divinas ou Naturais) temos a LEI DE IGUALDADE, demonstrando TODAS as nossas diferenças enquanto individualidades e os pontos onde somos, de fato, iguais. Segundo, recordamos a LEI DE SOCIEDADE, certos de que é no âmbito social onde nos tornamos indivíduos fraternos e solidários.

Se estudamos sociedade, igualdade, solidariedade e fraternidade no espiritismo, importa-nos refletir acerca da lição ditada pelo aniversariante deste mês:

"Após as doutrinas do passado, que só nos trouxeram obscuridade, incertezas, o Espiritismo projeta uma enorme claridade sobre o caminho a percorrer; no encadeamento de nossas vidas sucessivas, ele nos mostra a ordem, a justiça, a harmonia que reinam no Universo. Que o socialista sensato adote essa grande Doutrina, essa ciência vasta e profunda que esclarece todos os problemas e nos fornece provas experimentais da sobrevivência; que os seus seguidores se impregnem dela, que a ela adptem seus atos e então poderá tornar-se um dos meios que levarão a Humanidade na direção de melhores destinos[1]".
Algumas outras letras de Denis demonstram que, ou se adquire experiência ou o destino é a infância espiritual, senão vejamos:

"Após a guerra de 1870, entendi que seria necessário trabalhar com ardor na educação do povo. [...] Agora que a idade embranqueceu os meus cabelos e a experiência chegou, [...] compreendo melhor porque a lei da evolução obriga a imensa maioria dos seres renascer no seio das classes trabalhadoras, para nelas desenvolver sãs energias, moldar o caráter, tornar o homem verdadeiramente digno desse título[2]".

[1] DENIS, Léon. Socialismo e Espiritismo. CELD: Rio de Janeiro, 2012. Pg. 20.
[2] Idem, pg. 21.

Uberaba - MG, 12 de janeiro de 2021.
Beto Ramos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente. Debatemos sem disputar.

DESTAQUE DA SEMANA

ENTENDA OS SINAIS DOS TEMPOS E O PROCESSO DE MIGRAÇÃO E EMIGRAÇÃO DOS ESPÍRITOS EM CURSO

  INTRODUÇÃO 1. Qual o objetivo do processo de migração e emigração dos Espíritos? 2. Quais são os sinais de que esse tempo é chegado? 3. Co...

MAIS VISITADAS