quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

CAIM E SETE - OS FILHOS DE EVA

Quando você lê estas duas passagens bíblicas abaixo, o que pensa?
  • SALMO 90 (Rei David): “Pois mil anos em Teus olhos são como o dia de ontem, que passou, e como uma vigília noturna. 
  • 2PEDRO 3:8: “ Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia”.

Certamente, a ideia passada em ambos os textos se relaciona com o tempo, cuja mensagem é a seguinte: há diferença entre como compreendemos e "contamos" o tempo e o tempo para a Suprema Inteligência do Universo.

Nos livros bíblicos vamos encontrar uma variedade de figuras das línguas e culturas bíblicas. Muito se perde quando estas estórias são traduzidas. Por outro lado, existem jogos de palavras e expressões idiomáticas intraduzíveis.

Sem levar isso em conta, todo aquele que buscar estudos bíblicos fora das aquisições científicas terá dificuldades de realizar o processo conciliátório, visto que ciência e religião são duas alavancas que movem a humanidade.

Por exemplo, um dia da criação não equivale a um dia do planeta Terra, uma vez que as descobertas científicas, tais como o relógio de urânio ou atômico, assim comprovaram. Pode-se dizer que esses dias relatados em Gênesis se tratam de longos períodos de formação do planeta.

Para extrair as consequências morais dos textos, os sábios Hebreus criaram um método cuja técnica é dividir a apreensão do conteúdo em quatro partes:
  • significado literal e óbvio do texto;
  • sugestão;
  • interpretação;
  • significado espiritual (ou entendimento oculto).

São vários os gêneros literários presentes no Antigo e no Novo Testamento, além da subdivisão segundo tradições (histórica, apocalíptica, sapiencial e outros) e não se restringem aos livros de uma única tradição.

Um estudo sério da Bíblia nos revelará a presença de vários gêneros literários. Os relatos, por exemplo, subdividem-se em: novela, saga, lenda profética, de milagre, de vocação, de não-vocação, parábola jurídica, herói menino exposto à morte, ascensão, visão, viagem a outros mundos, julgamento do rei, mulher que derrota o inimigo, controvérsia, unção do rei por profeta, ação simbólica, etc. Existem outros gêneros como parábolas, leis, salmos e cânticos, entre outros.

Falando nisto, pensando nos nomes dos filhos de Eva mencionados em Gênesis, especialmente Caim, que em hebraico קַיִן (kain) tem o significado de algo sendo “adquirido”, bem como Sete, que em hebraico שֵׁת (shet) significa algo como “fornecido”, visto que advém do verbo hebraico לָשִית que significa “designar” ou “fornecer”, podemos extrair um ensino de natureza moral.

Conta-nos o livro que a formação da família bíblica primitiva acontece de maneira não planejada e até, de certo modo, inocentemente irresponsável. Natural que assim fosse, uma vez que, simples e ingnorantes, os Espíritos são criados com NULIDADE MORAL.

Veremos que no desenrolar da estória Caim mata Abel. Todas as personagens estão no processo de aquisição de conhecimento, práticas de atos diversos, mas, muito pouco ou nada sabendo o que faziam.

Buscando extrair o conteúdo oculto do ensinamento bíblico, percebemos um amadurecimento da família primitiva. Na infância espiritual pensam que estão adquirindo tudo; tudo lhes pertence; tudo para sí; Nesse caso, Kain, "algo sendo adquirido". Mais tarde, amadurecidos, Shem, "algo sendo fornecido".

É o reconhecimento da Superioridade e Supremacia do Supremo Criador.

Esse texto é apenas uma reflexão. Você pode fazer a sua sem problemas. O importante é que te desejo: SEJA FELIZ SEMPRE, DESDE QUE NÃO SEJA À CUSTA DE NINGUÉM!

Uberaba-MG, 10 de Fevereiro de 2021.
Beto Ramos.

2 comentários:

Comente. Debatemos sem disputar.

DESTAQUE DA SEMANA

EXPIAÇÃO E PROVA NO ENSINO DOS ESPÍRITOS

O que é o   Espiritismo? Qual classificação o Espírita adotará? Allan Kardec classifica a Doutrina Espírita como uma ciência da observação. ...

MAIS VISITADAS