segunda-feira, 12 de abril de 2021

OS SINAIS DOS TEMPOS E A MIGRAÇÃO E EMIGRAÇÃO DOS ESPÍRITOS

 

INTRODUÇÃO
1. Qual o objetivo do processo de migração e emigração dos Espíritos?
2. Quais são os sinais de que esse tempo é chegado?
3. Como entender essa mensagem e o processo pelo qual se desenvolve?
4. Haverá mudança nas Leis Naturais ou haverá cumprimento das Leis Naturais?


Essas e outras indagações permeiam uma minuciosa pesquisa feita por Allan Kardec. Seu resultado está contido no capítulo 18 da obra A Gênese e o seu título é: Os Tempos são Chegados. Esse capítulo está dividido em dois subtítulos: Sinais dos Tempos e A Geração Nova.

De partida é necessário deixar claro ao leitor: mudança nas Leis Naturais, isto é, a revogação das Leis estabelecidas por Deus ou a interferência direta de Deus na aplicação dessas mesmas leis é absolutamente inconciliável com a Sabedoria Divina. Motivo: tudo é harmonia na obra da Criação.

Portanto, a ideia que se traduz pela expressão “nosso tempo é MARCADO” por certos acontecimentos, não deve ser entendida como se existisse um DESTINO fatal e predeterminado.

Todos os acontecimentos e eventos no planeta são RESULTADOS, isto é, CONSEQUÊNCIAS e não CAUSAS. Tudo o que é feito, tudo que é praticado, todas ações e todas omissões dos seres humanos, NESSA ou nas encarnações passadas, se constituem em causas principais desses acontencimentos e eventos no planeta.

Para bem se compreender esse assunto é importante refletir sobre o planeta Terra. A Terra é um MUNDO PERFEITO? É um MUNDO FELIZ? O que domina a conduta da humanidade terrestre (Espíritos encarnados ou não)? Sua natureza espiritual ou essa humanidade é influenciada por tudo aquilo que possua natureza material?

É prudente recordar que o MAL NÃO EXISTE. Explica-se: o mal é IGNORÂNCIA. É essa ignorância que produz o FANATISMO ou a INCREDULIDADE. Todavia, todos esses Espíritos, assim como o próprio planeta que lhes serve de habitação, estão sob a égide da LEI DO PROGRESSO; É regra imutável.

Por isto, torna-se imprescindível saber como se dá o processo progressivo.  Ele ocorre de duas maneiras, senão vejamos:
a) Materialmente: pelo progresso físico dos componentes;
b) Moralmente: pela depuração dos Espíritos.

Uma observação muito importante, conforme a praxis diária, é que a habitação reflete as características do seu morador. Isso vale para toda a humanidade terrestre em relação ao planeta Terra. E, é nesse aspecto que passamos a refletir em seguida.

No aspecto físico a ciência prova que a habitação está mais confortável, porém, no aspecto moral é mais complexa sua mensuração, pois, a humanidade progride em:
I. Inteligência;
II. Senso moral;
III. Abrandamento dos costumes.

É natural que uma sociedade que progride saneie a insalubridade de suas regiões, facilite as comunicações e torne a terra mais produtiva. Um progresso, por vezes lento e gradual em certas ocasiões, entuanto noutras ocasiões ocorrem movimentos mais rápidos.

Esse processo progressivo pode ocorrer no conjunto da sociedade ou apenas parcialmente por regiões. Tudo  isto está subordinado EM DETALHES ao LIVRE-ARBÍTRIO humano e RESULTA EM CONSEQUÊNCIAS FATAIS no conjunto em razão das aplicação das LEIS NATURAIS.

Para exemplificar lembramos que toda planta está subordinada às Leis da Natureza, cujas fases pricipais de desenvolvimento são:
· Germinação;
· Crescimento;
· Amadurecimento.

PROGRESSO DA HUMANIDADE
O avanço e o desenvolvimento humanos não escapam às Leis Naturais. A Lei do Progresso é Lei Moral e, por isso, é preciso compreender o significado de FATALIDADE nesse contexto.

Vejamos:
·  Tudo é EFEITO das LEIS DA NATUREZA;
·  As Leis Naturais, estabelecidas pela VONTADE DO CRIADOR, são obra da Sua Eterna Sabedoria e Presciência.

Quer dizer que os Espíritos, lançando mão do seu livre-arbítrio, observam as Leis Naturais (cumprem) ou ferem essas leis (descumprem), as quais estão gravadas em suas consciências. A consequência do cumprir ou não as Leis de Deus importa, então, naquilo que se convencionou denominar fatalidade.

A CONSEQUÊNCIA DO ATO É FATAL. O RESULTADO DO ATO É FATAL. Portanto, o Espírito sempre obterá um bom resultado quando cumprir as Leis Naturais e sempre obterá um mau resultado quando fizer o contrário.

As consequências advindas do uso que a humanidade faz de seu livre-arbítrio não fogem à harmonia, pois, tudo está conforme a Sabedoria Divina. Elas fazem parte do processo evolutivo. Equivoca-se quem acredita que existam os chamados distúrbios, ou seja, que existam eventos causados fora do raio de ação humana e que necessitariam da intervenção arbitrária de Deus na sua Obra.

1. O que são os distúrbios, assim considerados? R. São movimentos isolados que aparentam ser irregulares porque o Espírito ainda possui visão LIMITADA.

2. No conjunto o que ocorre é realmente uma irregularidade? R. Não. São apenas APARÊNCIAS, pois, os movimentos se HARMONIZAM no conjunto.

Importa advertir ao leitor que nada do que até aqui foi exposto desconsidera que o processo evolutivo da humanidade decorra do seu amadurecimento, isto é, da aptidão do conjunto para, conforme a Lei do Progresso, avançar.

Os progressos da humanidade são incontestáveis. Pela inteligência, a humanidade alcançou resultados importantes em relação à ciência, às artes e ao bem-estar material. Todavia, ainda resta um imenso progresso a realizar, quais sejam:
· Fazer reinar a caridade, a fraternidade e a solidariedade; e,
· Assegurar o bem-estar moral de todos.

A reflexão importante é:
- Como esso progresso acontece?
- Com as crenças vigentes?
- Por meio das instituições vigentes?
- As crenças e as instituições estão modernas ou estão ultrapassadas?
- Essas crenças e instituições são a solução ou são obstáculos?

R. Essas crenças e instituições NÃO são mais suficientes para promover o progresso que resta para a humanidade realizar na Terra; São verdadeiros obstáculos ao avanço do conjunto.

Existem grandes eventos em curso e o observador atento perceberá uma sorte de coisas que estão acontecendo. É preciso, pois, compreendê-los.

O que está ocorrendo atualmente no planeta?
· Elabora-se o complemento importante do estado anterior (físico e moral) para fins de se alcançar a maturidade necessária ás grandes mudanças.
· Não se trata de uma renovação limitada a uma região, a um povo ou a uma etnia.
· Trata-se de um movimento universal que se opera rumo ao progresso moral da humanidade.
· Há uma tendência a se estabelecer uma nova ordem de coisas.
· Vários seres humanos parecem ser o maior obstáculo ao progresso, mas, SÃO, NA VERDADE, CONTRIBUINTES PARA O SUCESSO DO PROCESSO, apesar de ignorarem esse fato.

Há um propósito por trás de todos os acontecimentos que se sucedem? O que de fato se prepara para o futuro? R. O propósito é uma transformação positiva do conjunto. Trata-se da chegada de uma nova geração. Tudo conforme com a Lei do Progresso.

Essa geração virá livres dos preconceitos criados pelas crenças e instituições do Velho Mundo e será formada por elementos mais depurados, pois estará animada de ideias e sentimentos diferentes dos até aqui demonstrados pela geração que será substituída.

É isso que está ocorrendo, um grande processo em curso em conformidade com as Leis Naturais. Adverte-se no entanto que, UMA TROCA TÃO RADICAL COMO ESSA QUE SE ELABORA, NÃO SE CUMPRIRÁ, SEM COMOÇÃO. 

Verifica-se claramente que o mundo atravessa uma guerra de ideias que resultará em graves acontecimentos. NÃO SERÃO CATACLISMOS NO GLOBO PURAMENTE MATERIAIS, MAS, ACONTECIMENTOS ENVOLVENDO TODO O CONJUNTO DA HUMANIDADE. São revoluções de ordem moral.

As dúvidas agora são:
- Como saber se já são chegados esses tempos?
- Quais sinais esses tempos trarão para que se compreenda o grande movimento que fará a humanidade avançar mais rápido no aspecto moral?

1. Ficará evidente o compartilhamento de aspirações e ideias elevadas de muitos.
2. Ao mesmo tempo em que outros demonstrarão IDEIAS VAZIAS.
3. As situações demonstrarão que as INSTITUIÇÕES SÃO INSUFICIENTES.
4. Haverá a CONSTATAÇÃO de que as CRENÇAS e INSTITUIÇÕES não se encontram em condições de satisfazer as legítimas aspirações para as quais foram criadas.
5. No pior momento em que a humanidade se sentir oprimida, falsos filósofos surgirão anunciando ideias aberrantes e estranhas.

Caráter, costumes, hábitos, vão mudar com o surgimento de novos indivíduos, os quais serão os mesmos, porém, regenerados. A geração que se extingue junto com suas ideias dará lugar às ideias novas da geração que surge. A humanidade chega naquilo que se pode denominar transição, pois, trata-se de um período de transformação, de crescimento moral, uma espécie de passagem da adolescência para a idade adulta.

Toda transição traz em si um dilema. Com o progresso da humanidade não é diferente. Nesta fase:
· O passado não satisfaz às novas aspirações, suas novas necessidades.
· A humanidade já não pode se conduzir pelos mesmos meios.
· Não há mais ilusões e prodígios.
· Do ponto de vista moral, a humanidade precisa de alimentos mais nutritivos.
· Já há a compreensão de que, além da vida corporal, há um futuro para além do corpo físico.
· Fica evidente uma busca do ser pela descoberta do mistério da própria existência.
· Diante do infinito, o ser encontra um horizonte e quer saber qual o seu papel, tanto no aspecto físico quanto espiritual.

PROCESSO DE PROGRESSO DA HUMANIDADE:
1. O primeiro passo foi o progresso intelectual em grandes proporções. Porém, só conhecimento não REGENERA a humanidade. Dominada pelo orgulho e pelo egoísmo, a inteligência e  o conhecimento não aproveitaram ao bem-estar da coletividade, pois até aí a humanidade  só aperfeiçoou meios de prejudicar o próximo e se destruir mutuamente.

2. O segundo passo é o progresso moral (e é esse que está em curso). Só ele freia as más paixões. Derrubando as barreiras entre os povos, caem preconceitos de casta, calam-se os antagonismos de seitas, aprende/ensina-se a olhar o próximo como irmão.

Somente progredindo intelectual e moralmente é que humanidade se unirá numa única crença, aceita por todos e não sujeita à discussão, por se basear em Verdades Eternas.

LEI DO PROGRESSO
Não há mistério. São os mesmos seres que progridem por meio de um processo que não  sofre solução de continuidade. É perpétuo. A evolução ocorre assim:
1. Por meio das gerações num mesmo planeta; e,
2. De um mundo a outro até à perfeição.

É nesse sentido que se compreende que TODAS AS AÇÕES TEM UMA FINALIDADE. Todos estão trabalhando por todos. Cada um, trabalhando para si próprio, trabalha pelo outro e reciprocamente. O processo é aproveitado pelas gerações futuras. Essas gerações são as mesmas do passado. A morte nunca põe fim aos vínculos afetivos e deveres recíprocos entre encarnados e desencarnados.

Por isso, a vida feliz para a humanidade depende de dois elementos:
a) Solidariedade;
b) Fraternidade.

Esses elementos precisam entrar nos corações e costumes dos seres, os quais tornarão, a partir desses dois elementos, suas instituições e leis mais adequadas para o conjunto. Mas, O QUE FALTA À SOCIEDADE ATUAL PARA SUBIR NA ESCALA DE EVOLUÇÃO ESPIRITUAL?
· Mútuo apoio èfraternidade (ver a humanidade como uma grande família).
· Reciprocidade èsolidariedade (em deveres e direitos)

Só o mútuo apoio e a reciprocidade (fraternidade e solidariedade) tornarão as instituições mais proveitosas ao bem-estar de todos.

BASES E PRINCÍPIOS QUE SUSTENTAM OS ELEMENTOS QUE VÃO TRANSFORMAR A HUMANIDADE E ACELERAR O PROGRESSO NO ASPECTO MORAL:

1. Deus;
2. Imortalidade da alma;
3. Pluralidade das existências (futuro);
4. Progresso individual ilimitado;
5. Perpetuidade das relações entre os seres;
6. Livre-arbítrio.

a. Como se dará uma troca radical no sentimento das massas? R. Saindo do círculo de ideias mesquinhas e triviais que alimentam o egoísmo.

b. A humanidade, ainda está imatura e permanece surda ao chamado para o progresso moral, o que será feito quanto a isso? R. Haverá uma troca de gerações; uma vai e leva seus preconceitos e erros; outra vem, imbuída de ideias mais puras e saudáveis. Somente depois da troca é que será impresso um movimento ascendente, NO SENTIDO DO PROGRESSO MORAL QUE AINDA NÃO EXISTE.

COMO COMPREENDER OS MOMENTOS VIVIDOS ATUALMENTE:
Surgem sinais inequívocos do INÍCIO dessa FASE, pois, há um GRANDE EMBATE com tentativas de REFORMAS ÚTEIS, ao mesmo tempo em que MUITOS se constituem em obstáculos em NÃO QUEREM A REFORMA. 

Esse antagonismo é UM IMPULSO À OBRA DE REGENERAÇÃO.
· Surgem grandes e generosas ideias com muitas instituições sendo criadas nessas bases.
· Leis penais impregnadas de sentimentos mais humanos são criadas.
· Preconceitos de toda ordem são debatidos e combatidos.
· As nações se aproximando cada vez mais.

Nesse processo é vísivel, também, detectar as carências da humanidade:
· Falta reforma de base; e,
· Predisposição moral de muitos.

As mudanças que se operam somente serão sentidas no futuro quado, então, ocorrerão mais intensamente. O sinal de que seu início estará em curso será a aceitação maior de ideias espiritualistas e a repulsa às ideias materialistas; a incredulidade perdendo espaço para a Fé Inabalável (que encara a razão face-a-face).

Nao é difícil observar atualmente os malefícios causados pela FÉ CEGA que:
- Aniquila a razão;
- Cria uma obediência passiva que embrutece;
- Baixa o moral do indivíduo; e,
- Tutela a inteligência.

QUAIS OS SINAIS DE QUE A HUMANIDADE AINDA NÃO AVANÇOU COMO DEVERIA?
·Está inerte em seus preconceitos;
·Está estacionada em suas crenças;
·Está refratária ao progresso moral.

Por isso que uma mudança mais intensa requer uma TROCA DE GERAÇÕES. Esse processo está em curso como se vê pelo grande de número de desencarnes coletivos. Se estamos inertes quanto aos preconceiros, estacionados nas crenças e refratários a qualquer progresso moral, é preciso que:
- A nova geração chegue para vencer esses preconceitos.
- E seja dotada de uma quantidade de ideias e experiências do passado para colocar em prática em benefício do conjunto.

Assim sendo, vamos responder a outra indagação: Quais Espíritos chegarão?
- Aqueles que já possuem ideias humanitárias compatíveis com o grau de adiantamento ao qual tenha chegado (não são Espíritos Puros).

Os indivíduos não estão no mesmo degrau evolutivo para participarem, em conjunto, do processo regenerador. Muitos possuem intuição das novas ideias que as circunstâncias farão desabrochar. Os que possuem essa intuição se mostrarão mais avançados do que se imagina e seguirão com empenho a iniciativa da maioria.

PROBLEMAS OBSERVADOS NA ATUALIDADE INDICANDO A MIGRAÇÃO E EMIGRAÇÃO EM CURSO
Por sua inteligência, esses Espíritos veem a força das novas ideias, mas, não conseguem se colocar à altura das mesmas, e, por isso, se esforçam para destruí-las.

O número de retardatários é ainda muito grande, os quais ficam buscando “defender terreno” com suas ideias do passado, retardando o progresso, sendo esse o quadro:

· Os Espíritos refratários às ideias novas se encontram mesmo entre os mais inteligentes.
· Esses Espíritos não aceitam as novas ideias lhes apresentadas nessa existência.
· Uns não aceitam por ignorância, outros por interesse.
· Muitos colocam seus interesses materiais acima do interesse coletivo.
· Esses indivíduos, se importando somente com o bem pessoal, ficam apreensivos com o movimento reformador que lhes imprime medo.
· A verdade para eles tem peso secundário.
· As novas ideias são consideradas por eles como subversivas.
· Os refratários dedicam um ódio implacável às novas ideias, as quais lhes fazem guerra obstinada.

Como se vê, somente UM GRANDE PROCESSO DE MIGRAÇÃO E EMIGRAÇÃO DE ESPÍRITOS pode acelerar o necessário progresso moral do conjunto da humanidade terrestre. Daí presenciarmos flagelos causados, de um lado pela ação humana violando as Leis Naturais e, de outro, no aspecto moral, pela resistência dos indivíduos na mudança de caráter.

A GERAÇÃO NOVA
O que faz de um planeta um mundo feliz? R. Que esse planeta seja povoado por Bons Espíritos, encarnados ou não, os quais só desejem o bem.

Por isso há na Terra uma grande EMIGRAÇÃO DE ESPÍRITOS, onde os Espíritos que tem prazer no mal serão trocados por aqueles que possuem sentimento do bem. Os maus Espíritos serão "excluídos" para não causarem mais discórdia e confusão e não mais se constituírem obstáculo ao progresso. Com isso, poderão expiar seu endurecimento em mundos inferiores.

Necessário, lado outro, que se compreenda o significado de "exlcluir" dentro desse processo em curso. Como afirmado antes, tudo é harmonia na obra da Criação, os Espíritos que migrarão a planetas inferiores vão levar seus conhecimentos adquiridos e auxiliarão no progresso dos seres que neles habitam.

PROCESSO DE SUBSTITUIÇÃO
São dois grupos de Espíritos participando do processo. Os retardatários partem e os PROGRESSISTAS chegam. É esse o tempo em que vivemos. Há um conflito em curso entre as ideias que se procura implantar. Uns com a bandeira do passado, outros com a bandeira do futuro. O processo dá-se, resumidamente, assim:

· É gradativo (a geração atual desaparece e a nova surge): sai um inclinado ao mal e chega outro inclinado ao bem;
· A época atual (de transição) permite ver as duas gerações embaralhadas. Cada ser distinguindo-se do outro pelos caracteres que lhe são próprios.
· Esse choque entre as gerações demonstra claramente pontos de vistas opostos, sendo fácil detectar cada um dos indivíduos.
· Os Espíritos que chegam NÃO SÃO EXCLUSIVAMENTE superiores, mas, já progrediram e estão dispostos a assimilar ideias progressivas e movimento regenerador.
· Os atrasados vão demonstrar SUA REVOLTA CONTRA DEUS. Egoísmo, orgulho e apego a tudo que é material, incluindo paixões degradantes.
· NEM TODOS SERÃO EXPULSOS DA TERRA, POIS, MUITOS RETORNARÃO. Nem todos são maus na essência; Apenas cederam à influência negativa. Livres dela verão as coisas diferentes de como viam em vida e serão ajudados por Espíritos benévolos, que os esclarecerão.
· A TRANSFORMAÇÃO É DE ORDEM MORAL, CONFORME AS LEIS DA NATUREZA.

A humanidade está longe do ponto intermediário, onde as forças se contrabalançam. A emigração visa acelerar o processo, afastando os que sofrem influência dos refratários, mas que, sem essa influência, poderão voltar modificados do Mundo Espiritual.

O objetivo da MIGRAÇÃO E EMIGRAÇÃO não é REGENERAR ou RENOVAR INTEGRALMENTE os Espíritos. Trata-se somente de buscar acelerar o progresso nas disposições morais dos que estacionaram.

Flagelos destroem o corpo e não o Espírito. Porém, ativam o movimento de ingresso e saída entre os dois mundos e o movimento progressivo dos Espíritos encarnados ou desencarnados. Esses movimentos visam reorganizar a humanidade. A humanidade tem suas estações como os indivíduos têm suas diferentes idades.

Esse foi um resumo do atual momento que vivemos segundo o capítulo da Obra mencionada no preâmbulo.

Resta considerar que aquele que desencarna em meio a esse processo não é, exatamente, o indivíduo que possua ideia refratária e que está sendo excluído.

Uma apuração nesse sentido deve ser feita por individualidades, em conformidade com as características de cada um, de acordo com a ordem e a classificação junto à escala espírita. 

Vários Espíritos partem, partiram ou partirão para se constituirem nos auxiliares e orientadores dos que tem potencial para permanecer, mas, que precisam apenas de um tempo no mundo espiritual para retornarem com ideias elevadas.

Uberaba - MG, 12 de Abril de 2021.
Beto Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente. Debatemos sem disputar.

DESTAQUE DA SEMANA

FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO

Por que nós fazemos o que fazemos? Há uma lei de regência das ações humanas? Os atos humanos só foram praticados porque estavam escritos? Se...

MAIS VISITADAS