Seguidores

domingo, 18 de abril de 2021

NOÇÕES ELEMENTARES DE ESPIRITISMO


São muitas as publicações trazendo "noções de espiritismo". No entanto, parece que há uma variedade de informações que não são condizentes com Espiritismo e, menos ainda, com a Doutrina Espírita. Se você se espantou quando usamos duas expressões proporcionando sentidos diferentes, o objetivo é exatamente esse. Talvez o erro mais primário é considerar essas expressões como sinônimos, quando, definitivamente, não são.

O Espiritismo é uma ciência-filosófica. Isto em razão do fato que, ao mesmo tempo em que é uma ciência da observação, também é uma doutrina filosófica. "Como ciência prática, consiste nas relações que se podem estabelcer com os Espíritos; como filosofia, compreende todas as consequência morais que decorrem dessas relações" (O que é o Espiritismo - Allan Kardec). 

Foi Allan Kardec quem melhor definiu o Espiritismo: "é uma ciência que trata da natureza, da origem e do destino dos Espíritos e de suas relações com o mundo corporal."

A Doutrina dos Espíritos é o conteúdo dessa ciência-filosófica, devidamente organizada e distribuída nas obras denominadas, no conjunto, de Codificação Espírita. O Espiritismo é a ciência-filosófica emanada de fonte espiritual. Isto é, trata-se da Ciência dos Espíritos. Enquanto que, ao seu turno, a Doutrina Espírita é o conteúdo transmitido pelos Espíritos, ou, ainda, podemos afirmar, o ensino dos Espíritos.

O Espiritismo é, ainda, filosofia, em razão de que o seu conteúdo, devidamente desenvolvido, explicado e esclarecido pelos Espíritos, possui como fonte a Filosofia Espiritualista Racional. São suas fontes remotas a própria filosofia desenvolvida ao longo dos séculos, principalmente aquela surgida por volta de 600 (seiscentos) anos antes da era Cristã (ou a.C.).

Com base nisto podemos afirmar que o testemunho de fenômeno espírita não torna aquele que não crê um convicto, pois, muitos possuem indagações advindas de ideias preconceituosas ou de objeções que são impossíveis de responder imediata e completamente em razão da ausência de um conhecimento, seja pelo incrédulo ou pelo objetor,  mais aprofundado dessa ciência-filosófica.

O conhecimento do Espiritismo é possível a partir da observação das causas e condições em que os fenômenos ocorrem, mas é preciso muito estudo para não tomar a causa pelo efeito. É ingenuidade pretender controlar os fenômenos espíritas, uma vez que não se pode fazer com  ele as mesmas experiências que se faz com a química ou a física.

É o observador quem deve colocar-se nas condições necessárias para observar os fenômenos espíritas que não ocorrem de conformidade com a vontade desse mesmo observador. Por exemplo, quem parte do pressuposto que não existem Espíritos, nunca estará na condição de compreender que existem os efeitos, isto é, os fenômenos que ocorrem em razão da inteligência que está por trás dos mesmos (os Espíritos) - a causa dos fenômenos espirituais.

Observando os vários "tratados" sobre Espiritismo, existem os que entenderam mal ou praticaram mal o Espiritismo. Existem tratados absurdos e cheios de erros. É que, no desejo incontrolável de publicar uma obra a respeito desse ou daquele tema, os "escritores" não observam corretamente os fenômenos e não percebem que as aparências não podem tomar por base o juízo do investigador. É necessário saber o que o Espiritismo admite e o que ele rejeita, pela razão e pela experiência.

Existem muitas noções sobre o Espiritismo que podem ser adquiridas em obras mais sintéticas que foram escritas por Allan Kardec. Sugerimos ao interessado em Espiritismo que procure começar o seu caminhar por essa bela ciência-filosófica apreendendo o seu rico conteúdo.

Uberaba-MG, 18 de abril de 2021.

Beto Ramos.

2 comentários:

  1. É muito difícil o entendimento, mesmo para quem deseja, por conta das matrizes formadas anteriormente, seja nas religiões ou mesmo dentro do "espiritismo" (sem Kardec), somente com o estudo, com Kardec, e buscando a compreensão terão ouvidos de ouvir....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida. O Estudo é tudo mesmo. Sem ele não se avança em nenhum campo. No caso do Espiritismo, não temos dúvidas, a BASE FUNDAMENTAL é a Codificação elaborada por Allan Kardec.

      Excluir

Comente. Debatemos sem disputar.

DESTAQUE DA SEMANA

O ATO DO DEVER MORAL E A CARIDADE DESINTERESSADA

Quem não tem dúvidas, certamente, é porque não estuda. E, por falar nisto, vejamos quantas perguntas estão presentes apenas em uma proposta ...

MAIS VISITADAS